UCP GIF.gif
Unigran TOPO

Jornalista diz que Carlos Bernardo revolucionou a comunicação em Nova Andradina

O primeiro investimento foi a Nova FM que ficou no ar durante muito tempo

Por Antonio Neres em 01/06/2022 às 11:47:17

Durante a realização da 25ª Edição da Feijoada da Imprensa realizada na Chácara Capucci e que reuniu profissionais de comunicação, jornalistas, empresários e políticos do Vale do Ivinhema, o jornalista Gerson Lopes organizador do evento disse que o empresário Carlos Bernardo revolucionou a comunicação em Nova Andradina e região.

Com visão futurista Carlos que hoje é pré-candidato a deputado federal pelo MDB foi um dos primeiros a empreender na radiodifusão comunitária e nas mídias digitais, com a aberturas de sites que hoje dominam os meios de comunicação através da agilidade e da rapidez na divulgação dos fatos.

Em seu discurso de agradecimento aos presentes, Gerson contou um pouco da trajetória de Carlos que de forma "visionária" sempre buscava empreender através das rádios comunitários, dos jornais que ele editava e distribuía de porta em porta nas cidades da região e nos sites. "Ele nunca desistiu e quando fundou a Rádio Metrópole usava até CD emprestado para poder atender os ouvintes. "Me lembro do Taboquinha, que inspirado no Carlos abriu a Rádio Miragem na Vila Operária. Carlos também apostou em rádios comunitárias Bataiporã, Taquarussu, Angélica e outras cidades da região.

O primeiro investimento foi a Nova FM que ficou no ar durante muito tempo. Uma emissora comunitária que tinha grande abrangência e audiência nos bairros de Nova Andradina e serviu de embrião para as outras FMs que vieram a seguir.

Mesmo com poucos recursos ainda ajudavam muitos radialistas que hoje ganham a vida e sustentam suas famílias com a oportunidade dada por ele nas emissoras que ele criava. Foi um visionário e revolucionou a comunicação em nossa cidade", disse Gerson.

Uma das emissoras que Carlos ajudou a criar Capital FM que hoje é a Excelsior FM que é uma das maiores da Região do Vale do Ivinhema, empregando dezenas de pessoas e levando informação e entretenimento para milhares de ouvinte. "Sempre que venho aqui me emociono, pois lembro da batalha que foi para montar tudo isso e por tudo que passei. Mas hoje vejo que valeu a pena e faria tudo novamente", contou ele.

O ex-jogador de futebol Selso Elias que esteve na Feijoada da Imprensa reencontrou Carlos depois de muitos anos. Cachopinha como é conhecido, disse que muitas vezes precisam improvisar para que que o sinal da emissora pudesse chegar até a casa das pessoas. "Tivemos que colocar até bombril na antena para aumentar a potência, e por incrível que pareça funcionava", contou Cachopinha.

"Foi muito bom reencontrar grandes amigos e principalmente os profissionais de comunicação. Sei da importância, do compromisso e do trabalho da imprensa, e sempre estarei pronto para defender os interesses desta categoria que sou parte dela com muito orgulho. Parabéns a todos meus colegas pelo Dia da Imprensa", disse Carlos Bernardo.

Fonte: Assessoria

Comunicar erro
MASTERS

Comentários

Dircel Hall