PI 303 - CAMARA - MS WEB RADIO

Incêndios já devastaram mais de 70% de parques na fronteira de Mato Grosso do Sul

O comandante do Corpo de Bombeiros de Pedro Juan Caballero passou mal e precisou ser atendido por socorristas

Por Daniel Amaral em 23/08/2021 às 12:57:59
Depois de muito esforço, voluntários descansam em área atingida pelos incêndios - Divulgação

Depois de muito esforço, voluntários descansam em área atingida pelos incêndios - Divulgação

Os focos de incêndios que atingem o Parque Cerro Corá, região histórica de Pedro Juan Caballero, no Paraguai, e já afetam cidades paraguaias e também brasileiras. As chamas já consumiram mais de 70% dos 5 mil hectares da área, segundo informações de especialistas, e seguem em grandes proporções.

Os bombeiros já trabalham no local há vários dias, mas o incêndio não cessa e continua a devastar a floresta, enquanto no país os bombeiros voluntários relatam incêndios em praticamente todos os departamentos.

Segundo o Corpo de Bombeiros de Pedro Juan Caballero, as ações estão intensas nas áreas atingidas pelos incêndios, por isso muitos voluntários e soldados estão sendo mobilizados para compor as brigadas contra incêndios. Além disso, muitas pessoas estão feridas e precisando de atendimento médico.

O próprio comandante do Corpo de Bombeiros de Pedro Juan Caballero, Isidro Zarate, que acompanhava as operações nas áreas mais atingidas pelo fogo, teve problemas respiratórios e teve que ser atendido por uma equipe de socorristas.

O comandante do Corpo de Bombeiros de Pedro Juan Caballero, Isidro Zarate, durante atendimento por uma equipe de socorristas


Neste final de semana, além de utilizar efetivos tanto da cidade paraguaia, quanto de Ponta Porã, enfermeiros, médicos e socorristas da UCP (Universidade Central do Paraguai) foram deslocados para prestar apoio. O tráfego na rodovia PY 05 teve que ser interrompido.

As chamas consumiram árvores antigas e coqueiros, além de ter matado vários animais. Este foi o terceiro incêndio dentro do parque, somente este ano. O primeiro caso ocorreu em maio. As autoridades paraguaias disseram que uma faísca provocada por um carro estragado teria provocado o incêndio.

O Parque San Luis foi 80% afetado pelo fogo, enquanto o Parque Nacional Paso Bravo também sofreu incêndios. As autoridades montaram uma operação neste sábado no Chaco, devido à possível entrada de fogo da Bolívia.

Fonte: Midiamax

Comunicar erro
UNIGRAN

Comentários

ABEVE